fluxo-de-trabalho-protarefa

Processo de contratação em regime CLT

Toda empresa passa pelo processo de contratação e demissão de empregados. Então, criamos no Protarefa um modelo que pode ser usado pela sua empresa.

Toda empresa passa pelo processo de contratação de novos funcionários, esse fluxo de trabalho ocorre de forma similar em muitas empresas e facilmente pode ser adaptado para a sua realidade.

Por falar nisso: já escrevemos aqui no blog o que é fluxo de trabalho.

Apresentamos uma ilustração de um processo de contratação, os retângulos representam os atores do fluxo: o departamento requerente da nova contratação, o departamento de Recursos Humanos, os candidatos à vaga e o departamento de infraestrutura de TI. Vale ressaltar que dependendo da estrutura da organização, o número de departamentos envolvidos pode alterar.

As nuvens representam as atividades realizadas por cada ator e/ou as relações que se estabelecem entre os atores, constituindo uma atividade dependente de múltiplos sujeitos. 

Diagrama de um processo de contratação

Agora vamos apresentar como os atores se relacionam e suas respectivas tarefas para que o processo de contratação seja ágil e padronizado.

Departamento Requerente 

Vamos imaginar que estamos recrutando um vendedor para o departamento de vendas.

Então, o gestor iniciará um fluxo de contratação e sua primeira tarefa será fazer a descrição da vaga.

Essa é a tarefa inicial, então ele deverá detalhar todo o perfil e competências que deseja no vendedor e em seguida descrever todas as atividades que serão realizadas na vaga ofertada.

Este foi só um exemplo de como qualquer departamento poderia ter iniciado o fluxo, inclusive o departamento de Recursos Humanos, que é o próximo a ser acionado no fluxo.

Recursos Humanos

Certamente, este é o departamento com mais tarefas dentro do fluxo de contratação. 

Podemos destacar algumas etapas, como:

  • Captação de currículos
  • Relacionar os selecionados
  • Seleção psicotécnica
  • Entrar em contato com o aprovado
  • Comunicar-se com os reprovados
  • Anexar documentação do empregado

Todas essas são etapas sequenciais e que às vezes relacionam-se com outros atores ou dependem de ações de outros sujeitos.

Tecnologia da informação

Incluímos o departamento de tecnologia, porque, nos dias de hoje, é cada vez mais comum os empregados terem e-mail ou notebooks da empresa.

Nada pior que ter um empregado novo parado e sem ter como trabalhar por falta de comunicação entre os departamentos.

Através dessa ilustração é possível perceber que um “simples” processo de contratação esconde um complexo fluxo de atividades e relações.

Uma alternativa à esse modelo é a automação de processos. Ou seja, uma ferramenta de gestão e produtividade especializada na elaboração de fluxos de trabalho. 

A automação de processos garante a eficiência das atividades fundamentais para a competitividade empresarial e o sucesso do negócio, pois otimiza as tarefas estratégicas, reconhece os riscos e interferências que podem diminuir a produtividade, acompanha os fluxos construídos e metrifica as operações construídas.

Bruno Benessuti

Bruno Benessuti é pós graduado em Gerenciamento de Projetos pelo SENAC e Bacharel em Sistema de Informação pela Unesp, trabalha a 12 anos projetos digitais e a 3 anos empreende em Startups. Hoje é sócio e CEO do Protarefa e acredita na tecnologia como ferramenta de mudança para uma sociedade melhor e que através dela problemas complexos possam ser resolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *