OKR e KPI - Protarefa

OKR e KPI, você sabe o que é?

KPI e OKR são metodologias para definir objetivos da empresa e acompanhar o andamento deles através de indicadores chave.

Antes de começar esse texto eu já falei, em outro texto, sobre indicadores SMART e eles vão ser importante para o vídeo de hoje.

Este texto também está disponível em vídeo:

OKR

Essa metodologia que o Google usa é conhecida por OKR (Objective Key Results), que traduzindo seria algo como Objetivos e Resultados Chave.

Podemos definir OKR como uma estrutura para definição de metas e que vai colocar todo mundo olhando para a mesma direção.

John Doerr, que foi o responsável por levar essa metodologia ao Google resumiu OKR de uma forma bem simples:

Os objetivos são o que a empresa quer fazer e os “key results” são a maneira de atingir os objetivos medidos por indicadores.

John Doerr

Nada pior que virar o mês e receber um email da empresa com a meta do mês e a gente não conseguir opinar e nem entende porque aquela meta existe.

O OKR vem para resolver esse problema e mal estar nas empresas.

Uma das características interessantes é que pelo menos 60% dos OKRs devem ser definidos de maneira bottom-up: de baixo para cima.

Ou seja, os níveis mais altos na hierarquia da empresa, como vice-presidentes e diretores, decidem as metas mais macro e as demais são contribuições do time.

As OKR geralmente são definidas e revistas a cada 3 meses. Porque é um tempo considerável para que as ações surtam efeito e também para reavaliar se aquela OKR ainda faz sentido para a empresa.

Para exemplificar, vou usar o Protarefa como referência:

Objetivo:

  • Ter o Protarefa validado no mercado

Resultados Chave:

  • KR1: Colocar versão beta com as funcionalidades de modelagem de fluxo no ar em 3 meses;
  • KR2: Atingir 15% de conversão de usuários em assinaturas;
  • KR3: Ter churn (saída de clientes) de, no máximo, 5% da base de clientes por mês;

Além de serem simples, os OKRs têm a característica de serem curtos, traçados pensando no trimestre.

Com o OKR é Mirar no longo prazo mas executar no curto prazo para sempre reavaliar se estamos tomando as decisões corretas no trimestre em direção ao objetivo do ano.

em outro texto falei sobre indicadores usando a metodologia SMART e agora estou falando de Objetivo com Resultados Chave.

A palavra chave faz toda a diferença aqui, porque esses são os indicadores que realmente importam para sua empresa e eles devem caber nos dedos deu uma das mãos.

Você pode ter vários indicadores na sua empresa, mas esses são os que você não pode perder de vista.

KPI

Para indicador chave de performance usamos o termo KPI (key performance indicator).

Os KPIs podem estar contidos dentro de uma estratégia de OKR.

Para entender essa dinâmica. Imagine uma torta de maçã.

Os KPIs são as maçãs, que é o ingrediente fundamental para fazer a torta, que é o OKR.

Porque se eu fizer uma torta de maçã sem maçã, vai ser só uma torta.

Só para avisar: Não adianta melhorar um KPI a custo de derrubar outro KPI.

Agora, se você ficou com alguma dúvida? Escreve aqui embaixo. 🙂

Já conhece o Protarefa? Com ele é possível criar metas e indicadores atribuídos no fluxo de trabalho da sua equipe.

Daniel Bonato

Também conhecido por Bona. Líder estratégico e de desenvolvimento do Protarefa. Pós graduado em Gestão de Projetos com práticas do PMI e graduado em Publicidade e Propaganda. Docente em Instituições de Ensino como SENAC e SENAI, co-organizador do evento Startup Weekend da cidade de Bauru nos anos de 2016 e 2017. Mentor no evento Hackathon Bauru (devTalks) e Startup Weekend 2018. Evangelista da comunidade de startups de Bauru, Sandwich Valley. Palestrante em instituições de ensino como UNESP, FIB, ITE. Palestrante internacional no evento FUTURE STACK 2015 em São Francisco – CA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *