Como implementar o OKR na empresa

Aqui no blog já explicamos o que é OKR neste post iremos apresentar algumas ações para implementar a metodologia do OKR em sua empresa.

Em resumo, OKR é um framework adotado por empresas pelo mundo, onde se definem metas trimestrais para alcançar os objetivos macro, construídos anualmente.

A seguir iremos apresentar alguns passos para que você consiga implementar a metodologia de OKR em sua empresa e a torne uma ferramenta que irá alavancar a produtividade e aumentar a competitividade.

1- Comece com objetivos menores

É característico da metodologia de OKR estipular objetivos e resultados chave audaciosos, porém, é importante construir métricas palpáveis.

Pois as métricas precisam gerar engajamento do time fazendo-os almejar por objetivos cabíveis e que retornem análises profundas ao fim do trimestre.

É importante que, ao final do ciclo, a equipe possua resultados esclarecedores que orientem as ações futuras e auxiliem na elaboração de um novo ciclo trimestral.

Ou seja, a adoção do OKR é sequencial e cada novo trimestre é um aprendizado do anterior, por isso, comece com objetivos menores e depois os incremente.

2- Construa a cultura do OKR

Toda novidade dentro da organização tende a ser repelida pelos colaboradores, por diversas razões, como a crença em uma mudança desnecessária e burocrática.

Por isso, é fundamental educar à todos, explicitando os motivos da adoção do framework, os objetivos esperados e a importância dos resultados chave para o sucesso do negócio.

A construção da cultura do OKR é diária, as reuniões, o modelo de gestão, a priorização de tarefas e os calendários organizacionais devem ser orientados aos objetivos e os resultados chave.

3- Inicie por um projeto piloto

Para colaborar no item anterior e tornar a metodologia do OKR uma cultura da organização, inicie o projeto com um piloto capaz de despertar o interesse dos funcionários.

Inclua todos os times nesse programa de engajamento, construa objetivos que inclua vários departamentos, dessa forma você despertará o entusiasmo dos times e incentivará a relação interpessoal entre as outras áreas empresariais.

A integração e a colaboração dos times demonstra a importância de cada departamento e como os OKRs desenvolvidos por cada time contribuem para a consolidação do objetivos globais.

Diante disso, se constrói o OKR em dois níveis: os objetivos gerais e os objetivos de cada departamento (marketing, vendas, desenvolvimento, qualidade)

Os objetivos construídos para as áreas colaborarão para se alcançar os OKRs desenvolvidos para a empresa como um todo.

Conclusão

A adoção do OKR dentro das empresas tende a ser uma decisão arbitrária da alta diretoria e imposta aos funcionários, esse fenômeno afasta os objetivos do framework.

A construção dos OKRs deve ser algo compartilhado e alinhado com as diversas áreas da empresa, ou seja englobando a diretoria e os funcionários. 

A construção da cultura de OKR é fundamental para que a iniciativa gere resultados, pois para atingir os objetivos através dos resultados chave é necessário a colaboração e o comprometimento dos times.

Por isso, a transparência é fundamental, os objetivos e o caminho que será trilhado deve estar claro e disponível à todos. 

Por fim, não esqueça de inserir métricas, toda iniciativa deve ser analisada, estudada e comparada com ações anteriores, o refinamento de cada trimestre é importante para que a metodologia avance.

Bruno Benessuti

Bruno Benessuti é pós graduado em Gerenciamento de Projetos pelo SENAC e Bacharel em Sistema de Informação pela Unesp, trabalha a 12 anos projetos digitais e a 3 anos empreende em Startups. Hoje é sócio e CEO do Protarefa e acredita na tecnologia como ferramenta de mudança para uma sociedade melhor e que através dela problemas complexos possam ser resolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *